sábado, abril 08, 2017

Blindagem'





Tu nunca deverias ter me pedido por isso.
Eu prometi que voltaria a cada vez,
Meus passos sempre tropeçando teus calcanhares.
Coisas acontecem e ninguém nunca sabe como,
Minhas palavras sempre cortando tuas frases.
Conta pra eles o que eu fiz.
Numera todas as vezes que tu deixou de me amar.
Faz uma lista pra que eu também possa rasgar.
Tu não deverias ter me pedido por isso.
Eu jurei que iria de joelhos se precisasse,
Minhas mãos sempre fugindo dos teus beijos.
Pessoas se perdem e ninguém nunca sabe porquê,
Meu coração sempre mais rápido que o teu.
Tu nunca deverias ter me pedido por isso.
Tu bem sabes que nunca deverias ter me pedido por um sorriso sequer.
Sabes que eu vou mentir,
Sabes que eu vou perguntar,
De que adianta eu te conceder uma mentira,
Ou sorrir como se nunca mais fosse voltar?


[Suelen de Miranda]

*Só o final é de hoje, não estava fazendo sentido. Tem tanta coisa que não, e ninguém parece notar. Tem chuva todo dia, e quando tem sol continua sendo ontem.

quinta-feira, março 09, 2017

Lapso'





É sobre ver este cursor piscando.
É tudo espera e eu já fui há muito tempo.
Diz para minha mãe que eu não volto mais pra casa.
Avisa que eu sinto muito, mas não me desculpo.
É sobre sentir os minutos morrendo.
É tudo ontem e eu nunca soube esperar.
Diz para si mesmo que eu nunca estive aqui.
Entende que eu sinto muito, mas não me desculpo.
É sobre ser o que eu ainda não.
É tudo fora de mim e eu não consigo alcançar.
Não me espera acordado.
Não esquece de fechar as janelas às seis horas.
Te alimenta direito e sorri pra mim.
Entenda enquanto ainda é tempo,
Os minutos estão morrendo e fiz anos demais só de piscar.


[Suelen de Miranda]

*Eu tenho pensado em excluir. Ainda não sei. Irei saber um dia?
Ou talvez simplesmente imacular esse lugar e nunca mais voltar. Ainda não sei. Irei saber um dia?
Nada mais fica direito. Nem isso. Ele nunca vai embora. Mãe... tira ele daqui.
https://www.youtube.com/watch?v=V0lw3qylVfY